Acesso ao principal conteúdo
Angola

Ex-embaixador de Angola na Etiópia detido por corrupção

Sede da União Africana, Addis Abeba, onde foi embaixador, o angolano, Arcanjo Maria do Nascimento, preso por corrupção
Sede da União Africana, Addis Abeba, onde foi embaixador, o angolano, Arcanjo Maria do Nascimento, preso por corrupção RFI/Neidy Ribeiro

Mais um alto funcionário angolano, no caso, um diplomata preso, acusado de crimes de peculato, corrupção passiva e branqueamento de capitais. Arcanjo Maria do Nascimento, que já tinha sido exonerado, o ano passado pelo Presidente João Lourenço, é agora acusado por estes crimes pela PGR de Angola.

Publicidade

Ex-embaixador de Angola na Etiópia e representante permanente junto da União Africana, Arcanjo Maria do Nascimento, foi detido, terça-feira, preventivamente, depois de ter sido constituído arguido, por indícios de crimes de corrupção passiva.

Num comunicado, a PGR escreve que o diplomata é ainda suspeito de  crimes de peculato e branqueamento de capitais, crimes puníveis pelo Código Penal e pela Lei de Branqueamento de Capitais.

Arcanjo Maria do Nascimento, exonerado, em outubro do ano passado, pelo Presidente da República, João Lourenço, exerceu as funções de embaixador de Angola na Etiópia e União Africana desde Junho de 2011.

A PGR informou ainda que, como resultado dos indícios, Arcanjo Maria do Nascimento já foi submetido a interrogatório de arguido, sem precisar a data da audição àquele diplomata.

Diplomata de carreira desde 1986, Arcanjo Maria do Nascimento exerceu a função na Etiópia entre 2011 e Junho de 2018.

Arcanjo Maria do Nascimento, foi igualmente representante permanente de Angola junto das Nações Unidas e das organizações internacionais, em Genebra, Suíça.

De Luanda, o nosso correspondente, Daniel Frederico.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.