Acesso ao principal conteúdo
Angola

Angola: antigo ministro julgado por corrupção

Envelope com dinheiro
Envelope com dinheiro

O julgamento do antigo ministro dos Transportes, Augusto da Silva Tomás, acusado de desvio de fundos públicos, começou hoje no Tribunal Supremo de Angola.

Publicidade

Augusto da Silva Tomás, detido em Setembro de 2018, e mais quatro funcionários são acusados da prática dos crimes de peculato na forma continuada, violação das normas de execução do plano e orçamento na forma continuada, abuso de poder, participação económica em negócio e branqueamento de capitais.

O antigo governante teria usado dinheiro do Conselho Nacional de Carregadores (CNC) para suportar as despesas do seu ministério, que estavam devidamente orçamentadas e aprovadas para o período entre 2014 e 2017.

No mesmo processo são também arguidos os ex-directores-adjuntos para as Finanças e para a área técnica do CNC assim como o ex-director-geral do CNC e o ex-director adjunto para a Administração e Finanças.

Segundo o Procurador-Geral da República, Helder Pita Gros, vários outros processos que envolvem antigos governantes estão na reta final.

Oiça aqui a correspondência de Avelino Miguel, em Luanda.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.