Acesso ao principal conteúdo
Angola

Nova edição da Filda decorre em Luanda

logotipo da Filda
logotipo da Filda filda.co.ao

Desde ontem e até ao dia 13 de Julho, decorre a 35ª edição da Filda, Feira Internacional de Luanda, com o lema "Dinamizar o sector privado e promover o crescimento económico. Este evento que conta com a participação de 789 expositores oriundos de 22 países, decorre num contexto em que o próprio governo angolano reconhece não ter horizonte para estancar a insegurança alimentar.

Publicidade

Presente ontem durante a abertura oficial desta feira internacional, Marcos Nhunga, Ministro angolano da agricultura e florestas, evocou a importância do evento para a economia nacional. "A Filda é a demonstração daquilo que é o potencial que Angola tem em vários domínios" declarou o governante que ao ser questionado sobre a situação de insegurança alimentar que se verifica actualmente no centro do país, referiu que "o objectivo que o executivo tem é exactamente atingir a auto-suficiência alimentar".

Para Marcos Nhunga "um país sem auto-suficiência alimentar, sem segurança alimentar, não tem uma soberania segura." Contudo, o governante também admitiu que "estaria a mentir, se dissesse que daqui a um ano, dois anos ou três, se vai atingir a auto-suficiência alimentar". Oiçamo-lo.

Segundo dados confirmados esta semana pelas autoridades angolanas, desde o começo do ano morreram 73 crianças na zona do Huambo devido à fome, sobre um total de 341 pessoas a serem atendidas por casos de malnutrição.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.