Acesso ao principal conteúdo
Angola

Angola: pré-aviso de greve dos pilotos da TAAG

TAAG, Linhas Aéreas de Angola.
TAAG, Linhas Aéreas de Angola. Benjamin SHEPPARD / AFP

Pré-aviso de greve dos pilotos da TAAG, que ameaçam parar durante 10 dias, a partir de 05 de Setembro. Reivindicações salariais estão na base do protesto.

Publicidade

O Sindicato dos Pilotos de Linha Aérea de Angola quer celeridade no processo negocial, “que se arrasta há mais de sete anos”.

O sindicato ressalva que em 2012 foi entregue à companhia aérea um caderno reivindicativo, que resultou em entendimentos pontuais, mas não conclusivos por indisponibilidade da administração da TAAG.

Os trabalhadores querem a conclusão de um acordo que defina um novo estatuto remuneratório que garanta direitos, salários condignos, regalias sociais, seguros, condições de reforma e de trabalho.

O sindicato denuncia assimetrias salariais, com pilotos a receberem remunerações diferentes no desempenho das mesmas funções operando na mesma aeronave.

A administração da TAAG já iniciou com o sindicato a abordagem do caderno reivindicativo para tentar travar a paralisação.

A TAAG é uma das 195 empresas que o Governo de Angola pretende privatizar até 2022, no âmbito do Programa de Privatizações (ProPriv).

Actualmente a companhia aérea angolana conta com 3.100 funcionários.

Com a colaboração de Avelino Miguel, correspondente em Luanda.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.