Acesso ao principal conteúdo
Ciência

ONU distingue bióloga angolana Adjany Costa

Áudio 13:37
Bióloga angolana Adjany Costa, directora do projecto da National Geographic da Vida Selvagem do Okavango para Angola
Bióloga angolana Adjany Costa, directora do projecto da National Geographic da Vida Selvagem do Okavango para Angola National Geographic

Neste magazine "Ciências" focamos nosso olhar sobre o leste de Angola, Moxico, região que foi particularmente flagelada pela guerra civil mas que, para além da sua história recente, é também uma zona de água e floresta, a Bacia do Okavango.

Publicidade

Com mais de mil quilómetros, o Okavango é o quarto maior rio da África Austral, é partilhado por Angola, Namíbia e Botswana e, no ano passado, foram identificadas nas suas imediações mais de mil espécies, das quais 407 aves, 92 peixes, 99 répteis, 14 espécies de plantas, sendo que 24 espécies animais são consideradas potencialmente novas para a ciência.

A bióloga e exploradora angolana Adjany Costa, directora do projecto da National Geographic da Vida Selvagem do Okavango para Angola, trabalha há quatro anos com as populações locais, a comunidade dos Luchaze, na protecção deste ecossistema. Um trabalho a partir do qual a National Geographic produziu um documentário, mas um trabalho sobretudo que agora está a ser reconhecido, uma vez que Adjany Costa é uma das 7 pessoas galardoadas com o prémio "Jovens Campeões da Terra" instituído pelas Nações Unidas a favor de activistas da protecção do meio ambiente com idades entre os 18 e os 30 anos. A RFI falou com a jovem cientista que está actualmente a efectuar um doutoramento na Universidade de Oxford.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.