Acesso ao principal conteúdo
Angola

João Lourenço condecora Rafael Marques

Rafael Marques, jornalista de investigação angolano.
Rafael Marques, jornalista de investigação angolano. AMPE ROGÉRIO/LUSA

Rafael Marques foi esta quinta-feira condecorado por João Lourenço pelo trabalho realizado na luta contra a corrupção. O Presidente de Angola condecorou cerca de 70 personalidades pelo papel desempenhado na luta pela independência e pela construção do Estado.

Publicidade

No seu discurso João Lourenço destacou a figura do jornalista investigação, reconheceu as múltiplas leituras que serão feitas desta distinção e terminou dizendo que ainda são “poucos luta contra a corrupção”:

Decidimos reconhecer os feitos de alguém que, desde muito cedo, teve a coragem de se bater contra a corrupção crescente que acabou por se enraizar na nossa sociedade, porque a superestrutura dava um mau exemplo e, por isso, não tinha moral para combater o monstro que ela própria criou e do qual se alimentava.

Trata-se de um activista cívico que muito cedo abraçou a bandeira da luta contra o saque desenfreado do erário público contra o nepotismo e corrupção.

Este reconhecimento terá leitura e reacções díspares, a julgar pelos estereótipos criados ao longo do tempo quando a corrupção era encarada como algo normal em função de quem a praticava, mas conforta-nos saber que encontrará na grande maioria da opinião pública nacional e internacional a maior e melhor aceitação pela justiça dos princípios que nortearam tal decisão.

Somos poucos na luta contra a corrupção.”

Rafael Marques, por seu lado, reagiu com surpresa à medalha de mérito civil atribuída pelo chefe de Estado angolano:

Foi uma surpresa e um grande reconhecimento por parte do Sr. Presidente da República que muito agradeço e que muito me honra. Continuarei a dar o meu melhor para que a luta contra a corrupção seja um instrumento fundamental para a moralização dos titulares dos cargos públicos e da própria sociedade.

Continuaremos com este estímulo presidencial a ser mais acutilantes e a fazer melhor o nosso trabalho”.

Entre as personalidades condecoradas estão os empresários Carlos Cunha e Rui Santos, o músico Eduardo Paim, o jornalista Sousa Jamba, a bióloga Adjany Costa, a campeã africana de xadrez, Luzia Pires, entre outros.

Esta é a segunda vez que o João Lourenço condecora personalidades que se destacaram na luta pela independência nacional.

Com a colaboração do nosso correspondente em Luanda, Daniel Frederico.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.