Acesso ao principal conteúdo
Convidado

500 milhões: "Ex-PR [dos santos] pode estar a braço com a justiça"

Áudio 08:53
José Eduardo dos Santos, ex-Presidente de Angola. Paris, 29 de Abril de 2014.
José Eduardo dos Santos, ex-Presidente de Angola. Paris, 29 de Abril de 2014. ALAIN JOCARD / AFP

O ex-Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, confirmou esta terça feira ter dado orientações ao antigo governador do Banco Nacional de Angola (BNA) para a transferência dos 500 milhões de dólares para Londres, ao garantir que tudo foi feito no âmbito do interesse publico.A confirmação do ex-presidente angolano foi feita através de uma carta enviada ao Supremo Tribunal depois de um pedido nesse sentido do advogado de Valter Filipe, ex-governador do Banco nacional do pais, que está a ser julgado com os coarguidos José Filomeno dos Santos, filho de José Eduardo dos Santos e antigo presidente do Fundo Soberano de Angola, o empresário Jorge Gaudens Sebastião e o diretor do departamento de gestão de reservas do BNA, António Samalia Bule Manuel.Osvaldo Rboco, professor de relações internacionais da Universidade Técnica de Angola, vê sinais do antigo presidente em querer cooperar com a justiça, apesar de assinalar a demora na resposta.  

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.