Acesso ao principal conteúdo
Brasil/Mensalão

Mensalão não prejudicou PT nas urnas, diz Le Monde

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu.
O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. Antonio Cruz/ABr

O jornal francês Le Monde, que chegou às bancas na tarde desta quinta-feira, noticia as condenações do Mensalão. O correspondente do vespertino no Rio dá destaque para a condenação de José Dirceu “ex-braço direito do presidente Lula e um dos fundadores do PT” e diz que o julgamento não prejudicou o PT no primeiro turno das eleições municipais.

Publicidade

Le Monde lembra o passado de militante de esquerda e revolucionário do ex-chefe da Casa Civil de Lula, que foi condenado por corrupção na terça-feira pela maioria dos juízes do Supremo Tribunal Federal. Para o jornal, a vida de José Dirceu, que chegou a fazer uma cirurgia plástica para voltar clandestino ao Brasil durante a ditadura militar nos anos 70, é como um romance.

O artigo diz que, sem querer, o ex-ministro se transformou no principal acusado do Mensalão. Um escândalo que quase impediu a reeleição de Lula em 2006. “O ex-ministro todo poderoso de Lula, que tinha um futuro político promissor antes do escândalo, foi condenado sem nenhuma prova concreta contra ele”, ressalta o Le Monde. Os juízes se basearam em testemunhos e em “coincidências impressionantes”.

As condenações dos dois outros integrantes do PT, José Genoino e Delúbio Soares, também são lembradas e o correspondente do jornal no Rio acredita que o julgamento do Mensalão permitirá virar uma página da história do Brasil.

No final do artigo, ele escreve que o ex-presidente Lula, que sempre negou o Mensalão, já “partiu em guerra para defender os candidatos do PT no segundo turno das eleições municipais, de 28 de outubro. Dirceu também está mais preocupado em vencer nas urnas do que em falar sobre a condenação. Apesar da campanha da mídia, o partido não foi prejudicado nas urnas pelo julgamento do Mensalão, conclui o jornal.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.