Acesso ao principal conteúdo
Clima

Mundo não terá El Niño até o final de 2012

O fenômeno El Niño está ligado ao déficit pluviométrico em áreas como o nordeste do Brasil.
O fenômeno El Niño está ligado ao déficit pluviométrico em áreas como o nordeste do Brasil. REUTERS/William Putman/NASA/Goddard

Um final de ano sem El Niño é o que prevê a Organização Mundial de Meteorologia (OMM), em relatório divulgado nesta quinta-feira. Essas condições meteorológicas devem ficar estáveis até a primavera boreal de 2013.

Publicidade

De acordo com a organização, o sistema oceano-atmosférico no seu conjunto é atualmente neutro e não corresponde nem à anomalia El Niño, aquecimento das águas, nem à La Niña, seu oposto. Foram registradas temperaturas neutras na superfície do mar no Oceano Pacífico.

As últimas ocorrências desse fenômeno foram detectadas durante o outono e o inverno do hemisfério norte ligadas ao déficit pluviométrico em regiões como o nordeste do Brasil, o sudeste africano, partes da Austrália, Indonésia, Filipinas e ainda outras regiões da Ásia.

Outra possibilidade, é que as mudanças estejam ligadas ao excesso de chuva no sul do Brasil, no Equador, no norte do Peru, centro da Argentina e partes do leste africano. Nos últimos anos, El Niño garantiu invernos menos rigorosos no Canadá e certas áreas dos Estados Unidos.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.