Acesso ao principal conteúdo
Brasil/Eleições

Para Aécio Neves, ex-presidente Lula "sai menor dessa campanha"

REUTERS/Paulo Whitaker

A três dias do segundo turno, o candidato à presidência pelo PSDB, Aécio Neves, aproveitou uma entrevista coletiva para rebater as criticas feitas por Lula. Em evento em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, o ex-presidente chamou o tucano de “filhinho de papai”. Para Aécio, essa é a prova que seus adversários fazem uma “campanha suja”. Ele também minimizou dados do Ibope, que mostram liderança de Dilma Rousseff (PT).

Publicidade

Da enviada especial da RFI  ao Rio de Janeiro

O dia de campanha foi intenso no Rio de Janeiro nesta quinta-feira. Tanto Dilma Roussef quanto Aécio Neves estiveram na cidade e se encontraram com jornalistas. Aécio escolheu o comitê do PSDB no Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro, para a coletiva de imprensa. Poucos minutos depois, Dilma também reuniu os jornalistas na zona oeste da cidade, na Barra da Tijuca.

Diante da imprensa, Aécio fez várias promessas visando o eleitorado feminino, como a ampliação de vagas e de horários em creches públicas e prometeu também uma espécie de bolsa para estudantes carentes do ensino médio. Mas, pressionado pelos jornalistas, ele também teve que comentar os resultados da pesquisa do Ibope que o coloca com 46% das intenções de voto, contra 54% para Dilma. "O que vimos no primeiro turno foi uma distância muito grande entre a vontade do eleitor e o que as pesquisas manifestaram. Vejo essas pesquisas como um estímulo para os nossos companheiros e companheiras que querem mudar", disse.

No encontro com jornalistas, o tucano também atacou a campanha conduzida pelos seus adversários e usou palavras fortes. "No futuro, essa campanha será estudada e certamente será tida como a de mais baixo nível de todas as campanhas que tivemos desde a redemocratização. A campanha conduzida pelos nossos adversários é a mais sórdida e mentirosa de todas essas campanhas", disse o candidato ao lado da sua filha Gabriela.

"Filhinho de papai"

Mais cedo, em ato na baixada fluminense, Luiz Inácio Lula da Silvachamou Aécio Neves de "filhinho de papai". O ex-presidente também afirmou : “Sou filho de uma mãe analfabeta, mas jamais minha mãe permitiria que eu chamasse a presidente de leviana ou mentirosa. Esse comportamento é de alguém que nunca trabalhou, que nunca precisou ganhar salário. Essa grosseria é de ‘filhinho de papai’".

Aécio rebateu os ataques do ex-presidente. "Com 22 anos, eu disputava eleições. Tenho 30 anos de mandatos consecutivos honrados. Tenho uma trajetória de vida reconhecida pelos mineiros e pelos brasileiros".

No final da coletiva, o tucano voltou a alfinetar o ex-presidente: “Lula sai dessa campanha como uma figura menor da política brasileira".

Nesta sexta-feira (24), Aécio Neves não anunciou nenhum compromisso e se prepara para debate contra Dilma Rousseff na Rede Globo, no Rio de Janeiro.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.