Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

TACV companhia aérea caboverdiana reintegra IATA

TACV, companhia aérea de bandeira caboverdiana reintegrada na câmara de pagamentos da IATAZ.
TACV, companhia aérea de bandeira caboverdiana reintegrada na câmara de pagamentos da IATAZ. DR

A companhia aérea de bandeira caboverdiana, TACV, foi reintegrada na câmara de pagamentos da Associaçao Internacional de Transportes Aéreos, IATA e vai reforçar também parcerias com a portuguesa Euroatlantic, enquanto o mercado, se abre a vôos sharter da Letónia.

Publicidade

A companhia aérea de bandeira caboverdiana, TACV, foi esta terça-feira, 26 de janeiro, plenamente reintegrada na câmara de pagamentos da Associaçao Internacional de Transportes Aéreos, IATA, da qual tinha sido suspensa a 15 de dezembro, por falta de pagamento das quotas.

O economista caboverdiano, Gil Évora, analisa o regresso dos TACV a este organismo da IATA, mas também o reforço da parceria com a portuguesa Euroatlantic Airlines, na perspectiva da privatização dos TACV.

Gil Évora, que é especialista no sector da aviaçãoe aviação, sublinha que "para uma companhia de aviação de âmbito internacional, como a TACV, a sua reentrada na câmara de compensação, não deveria ser algo com que tivéssemos, digamos, a congratular-mos!"

"Porquê? Porque na verdade o aspecto negativo foi a sua saída. Porque qualquer companhia de aviação internacional que se preze  estar na câmara de compensação da IATA é algo qualquer obrigatório para os seus negócios."

O economista Gil Évora, analisa também, como uma boa coisa, a entrada no mercado, da aeronáutica, em Cabo Verde, da companhia sharter da Letónia, Sonarlinks.

Enfim, ainda no sector dos transportes, desta feita, marítima,  a ilha do Maio està sem ligaçoes marítimas depois da suspensão das viagens do navio Sotavento que está em manutençao.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.