Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Primeiro caso de microcefalia devido ao vírus Zika

O mosquito Aedes aegypti é o transmissor do zika vírus.
O mosquito Aedes aegypti é o transmissor do zika vírus. Marvin Recinos/AFP

Uma ligação entre o primeiro caso de microcefalia em recém-nascido em Cabo Verde e o vírus Zika foi confirmada após a realização de testes.

Publicidade

Os testes confirmaram uma ligação entre o primeiro caso da criança que nasceu com microcefalia em Cabo Verde e o vírus Zika.

Os resultados desses testes, que prosseguem num laboratório de virologia na cidade da Praia, só serão anunciados após a conclusão das análises, mas a ministra da Saúde, Cristina Fontes Lima, avançou à imprensa que as amostras analisadas da mãe e da criança mostram presença do vírus.

No dia 15 de março, a ministra da Saúde informou que o Cabo Verde tinha registado o primeiro caso de microcefalia, estando desde então em curso investigações para determinar se o caso tinha ligações com o vírus Zika.

Para o efeito, está no arquipélago uma missão técnica, que integra técnicos da Organização Mundial de Saúde (OMS) para a África e do Instituto Pasteur de Dacar (Senegal), que vai apoiar as autoridades sanitárias de Cabo Verde no combate ao vírus.

Ouça as declarações de Cristina Fontes Lima, ministra da Saúde.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.