Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Cabo Verde: congregação religiosa investigada por alegados maus-tratos e orgias

Cidade da Praia
Cidade da Praia Liliana Henriques / RFI

O ministério público anunciou ter aberto inquéritos para averiguar a veracidade de alegados maus tratos contra crianças do orfanato da Congregação Reformada dos Adventistas do Sétimo Dia de Tendas com sede na cidade da Praia depois de denúncias neste sentido. Ao anunciar a abertura destas investigações, o procurador-geral da República, Óscar Tavares, referiu que iriam ser tomadas medidas com vista à protecção das crianças que alegadamente estão em risco.

Publicidade

As autoridades referem estar igualmente a investigar a própria congregação depois de alguns dos seus membros, um juiz da comarca da Praia, a irmã que é médica na ilha do Fogo assim como um procurador terem confessado publicamente terem participado em orgias, praticado incesto e ter consumido substâncias ilícitas. Um dos membros desta igreja que fez essas confissões, magistrado do Ministério Público que participou em julgamentos mediáticos como o caso “Lancha Voadora” solicitou a sua saída do cargo de Procurador por considerar que a magistratura “está a condicionar” a sua religiosidade.
Mais pormenores com Odair Santos.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.