Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Tubarões azuis de Cabo Verde eliminados do CAN

Tubarões azuis de Cabo Verde eliminados do CAN de futebol ao perderem por 0/1 frente à Líbia, 4 de setembro, 2016
Tubarões azuis de Cabo Verde eliminados do CAN de futebol ao perderem por 0/1 frente à Líbia, 4 de setembro, 2016 DR

Os Tubarões azuis, equipa nacional de futebol, de Cabo Verde, fica de fora do CAN, pois foram eliminados, este sábado, jogando em casa, frente à selecção da Líbia, que ganhou por 1/0.

Publicidade

Terminou o sonho dos Tubarões azuis, selecção nacional de futebol de Cabo Verde, poderem ir ao CAN, já que perderam, este sábado, 4 de setembro, jogando em casa, no estádio da capital, Praia, frente à Líbia, por 0/1.

Dirigentes, equipa técnica, jogadores e adeptos caboverdianos, estavam convictos, que os Tubarões azuis, iam ganhar o jogo frente à selecção de futebol da Líbia, tanto mais, que o nacional caboverdiano jogava em casa e ainda não tinha ganho, um único jogo dos quatro que fez, a contar para o apuramento ao CAN 2017, no Gabão.

Infelizmente, não foi o caso, e a selecção caboverdiana de futebol, foi mesmo apanhada de surpresa, pelo jogo estratégico-táctico da sua congénere da Líbia, que desinibida, dominou o jogo e ganhou por 1/0.

Um tento, foi o suficiente, para eliminar Cabo Verde, da corrida para o CAN 2017 de futebol, pois, já tinha perdido 3 jogos.

Longe vão os tempos em que os Tubarões azuis, fizeram vibrar o povo caboverdiano e suscitaram grandes elogios, em África e no mundo inteiro, com as boas prestações nas edições do CAN 2013 da África do sul e CAN 2015, na Guiné Equatorial.

Devido a esta eliminação par ao CAN 2017, muitos críticos no seio da população caboverdiana, pedem mudança na equipa nacional de futebol, e mesmo, demissão, de dirigentes e do treinador, que prometeram, vitórias, mesmo em casa, que nunca se concretizaram.

Resta ainda, uma nesga de esperança, à selecção caboverdiana de futebol, recuperar forças e sonhar com uma presença na Copa do mundo de futebol de 2018, mas missão impossível se não houver vitórias.

A análise de Paulo Veiga, presidente da equipa de futebol, Sporting da Praia, sobre esta derrota frente à selecção da Líbia, dos Tubarões azuis, que não "estão a concretizar".

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.