Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

PAICV acusa governo de esquecer promessas eleitorais

Página Facebook de Janira Hopffer Almada

A apresentação e discussão da moção de Estratégia de Orientação Política Nacional do PAICV, neste sábado, marca o segundo dia do XV Congresso do partido. Janira Hopffer Almada aproveitou o arranque dos trabalhos para criticar o executivo, acusando-o de estar a adiar a implementação das promessas eleitorais.

Publicidade

Ontem à noite, após o discurso de abertura, Janira Hopffer Almada, líder do principal partido de oposição, em declarações à imprensa, apelou à união no seio do PAICV: " É importante que o partido se fortaleça para garantir essa oposição democrática no sentido de protegermos Cabo Verde", garantiu.

A presidente do PAICV aproveitou ainda a ocasião para criticar a governação do MPD a quem acusa de ter esquecido as principais promessas eleitorais. " É preocupante que o programa de divergência apresentado pelo governo do MPD tenha sido quase todo adiado, ou quase todo alterado. A descida de impostos foi arquivada, a juventude foi esquecida, os rendimentos das famílias estão a passar para terceiro, quarto ou quinto plano", concluiu.

Amanhã, Janira Hopffer Almada, vai ser confirmada presidente do PAICV, após ser eleita directamente pelos militantes presidente do maior partido da oposição em Cabo Verde, isto depois ter colocado o seu lugar à disposição, na sequência das derrotas eleitorais em 2016.

Ainda no domingo os 413 delegados do XV do PAICV elegem os órgãos nacionais do PAICV para os próximos três anos, como o Conselho Nacional e a Comissão de Jurisdição e Fiscalização.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.