Acesso ao principal conteúdo
Cabo-Verde

Cabo Verde reage à isenção de vistos europeus

Flickr/ Creative Commons

Cabo Verde está a tentar criar condições para a isenção de vistos para cidadãos europeus a partir do próximo mês de Maio.

Publicidade

O presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Serviço de Sotavento, que representa o sector privado das ilhas mais a sul do país, considera correcta a medida do Governo de isentar vistos aos cidadãos europeus. Jorge Spencer Lima disse que a medida do executivo de Ulisses Correia e Silva é acertada.

A Câmara de Turismo de Cabo Verde, através de um semanário nacional, considerou a medida anunciada de isenção de vistos aos europeus de "altamente benéfica para a economia e para o processo de desenvolvimento de Cabo Verde”.

Contudo, a decisão do governo não reúne consenso na classe política, o PAICV exige explicações; o ex-primeiro-ministro, José Maria Neves considera a isenção de vistos para europeus de “medida absurda” e “sem sentido”.

Nesta terça-feira o presidente da UCID, a terceira força política nacional - António Monteiro considerou a isenção de vistos para cidadãos europeus de uma medida secundária.

As várias reacções já obrigaram o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva a vir a público reafirmar que isenção de vistos para cidadãos europeus vai mesmo avançar porque é uma decisão acertada como nos explica o nosso correspondente em Cabo Verde, Odair Santos.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.