Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Cabo Verde: TACV vai deixar de assegurar os voos inter-ilhas

Avião da TACV.
Avião da TACV.

O governo cabo-verdiano anunciou que a transportadora aérea TACV, em dificuldades, vai deixar de assegurar os voos inter-ilhas a partir do dia 1 de Agosto.

Publicidade

A Transportadora Aérea Cabo-verdiana, TACV, deixa de realizar voos inter-ilhas a partir de 01 de Agosto deste ano. O anúncio foi feito, nesta terça-feira, em conferência de imprensa pelo ministro da Economia, José Gonçalves que garantiu que a Binter Cabo Verde vai assumir os voos domésticos da TACV.

A operação internacional da TACV mantém-se, mas será reestruturada. De acordo com o governante, estão em análise dois cenários com a participação de um parceiro estratégico forte. O executivo anunciou igualmente que os sectores de manutenção e engenharia da TACV vão ser reestruturados e privatizados.

O ministro da Economia, José Gonçalves, disse ainda que haverá redução de pessoal na companhia de bandeira nacional. Há poucos dias o governo anunciou que a TACV tem uma dívida acumulada de 110 milhões de euros, o que representa 8 a 9% da riqueza do país.

No início de Maio, o  Banco Mundial anunciou que vai manter a suspensão do apoio orçamental a Cabo Verde, decidida há mais de um ano, até que o governo submeta para aprovação o plano de reestruturação da TACV.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Odair Santos.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.