Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

PR cabo-verdiano diz seguir atentamente o dossier TACV

Avião da TACV.
Avião da TACV.

O Presidente da República disse que está relativamente bem informado sobre o dossier da TACV. Em declarações à imprensa, Jorge Carlos Fonseca mostrou-se convencido de que o governo terá acautelado a resolução dos problemas atravessados actualmente pela TACV e promete acompanhar com muita atenção o desenrolar do processo de reestruturação e privatização da transportadora aérea nacional que tem atravessado um período difícil, com cerca de 100 milhões de Euros de passivo.

Publicidade

Há uma semana, o governo anunciou que a TACV vai deixar a partir de 1 de Agosto de assegurar as ligações inter-ilhas em Cabo Verde. Esta decisão que teve o efeito de uma bomba a nível da opinião pública nacional acompanhou-se da atribuição desta responsabilidade à companhia Binter Cabo Verde. Em comunicado hoje, esta transportadora área privada de capital social maioritariamente proveniente das Canárias, garantiu que vai assegurar "com qualidade e de forma eficiente” os voos domésticos no arquipélago.

Apesar destas declarações que se querem tranquilizadoras, em entrevista a rádio pública, o Bispo da Diocese do Mindelo, Dom Ildo Fortes declarou recear que a ausência de concorrência faça aumentar os preços dos transportes aéreos no arquipélago. Mais pormenores com Odair Santos.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.