Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Cabo Verde: "rumo ao desenvolvimento sustentável"

Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro de Cabo Verde
Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro de Cabo Verde Carina Branco/RFI

 O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, afirmou hoje no parlamento que "Cabo Verde é hoje uma nação mais positiva e em rumo ao desenvolvimento sustentável".

Publicidade

Na introdução do debate sobre o Estado da Nação ocorrida esta sexta-feira (28/07) na Assembleia Nacional, Ulisses Correia e Silva afirmou que apesar das vulnerabilidades, “há claramente mais confiança” na economia cabo-verdiana.

Ulisses Correia e Silva reconheceu a existência de uma elevada dívida pública, classificando-a como o "problema mais crítico que o país enfrenta”.

O chefe do governo disse ainda que o executivo está a "atacar os problemas e que vai resolve-los" e apontou o caso da TACV como um grande problema, que promete "transformar em oportunidade para o país e ter uma companhia de bandeira associada a um hub aéreo, o comercial, que nascerá na ilha do Sal".

Por sua vez a líder do maior partido da oposição, PAICV - Janira Hopffer Almada acusou o primeiro-ministro de "optar pela via mais fácil, de continuar a responsabilizar o anterior Governo por tudo o que de mal está a acontecer e a colher os louros de tudo o que encontrou e que esteja a dar resultados", concluindo que "o país não está no bom caminho".

O líder da UCID, António Monteiro, disse durante o debate sobre o Estado da Nação que "o país não está bem, porque ainda há problemas dos transporte entre as ilhas".

Já o líder parlamentar do MpD, Rui Figueiredo Soares - partido que sustenta o executivo enalteceu a "coragem do governo" em empreender medidas para debelar os desafios encontrados.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.