Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Surto de paludismo na cidade da Praia

Surto de paludismo na cidade da Praia
Surto de paludismo na cidade da Praia GETTY/DEA PICTURE LIBRARY

Surto de paludismo na cidade da Praia. Entre Junho e Agosto deste ano foram registados 137 casos. Uma média de dez casos de paludismo por dia.

Publicidade

A cidade da Praia enfrenta um surto epidémico de paludismo registando entre Junho e Agosto deste ano 137 casos. Uma média de dez casos de paludismo por dia. Os dados foram revelados à imprensa, na sexta-feira, pela delegada de Saúde da Praia, Ullardina Furtado.

Em declarações à Televisão de Cabo Verde a delegada de Saúde da Praia, disse que a estratégia de combate ao mosquito transmissor do paludismo está a ser mudada.

Para combater o mosquito vector do paludismo, as brigadas de combate anti-larval, estão no terreno na cidade da Praia a fazer pulverização aérea, como revelou um dos técnicos da brigada, Euclides da Lomba.

Perante o surto de paludismo na cidade da Praia, a Direcção-geral da Saúde de Portugal aconselhou as grávidas a não viajarem para a ilha de Santiago.

Apesar de preocupado com o aumento de casos de paludismo na capital do país, em declarações à estação pública de rádio, o presidente da Câmara de Turismo de Cabo Verde, Gualberto do Rosário, não acredita que o surto que tem abalado a cidade da Praia vá prejudicar, significativamente, o turismo no arquipélago, uma vez que, a doença não afecta os destinos turísticos como maior peso como Sal e Boa Vista.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.