Acesso ao principal conteúdo
São Tomé e Príncipe

Fim da reunião de 6 pequenos Estados insulares em São Tomé

Cascata de São Nicolau, no norte da ilha de São Tomé.
Cascata de São Nicolau, no norte da ilha de São Tomé. RFI/Liliana Henriques

Terminou hoje em São Tomé e Príncipe, a reunião que manteve durante três dias com outros 5 pequenos Estados Insulares, as Comores, Cabo Verde, Maurícias, Maldivas e Seicheles, durante a qual efectuaram a avaliação final do seu novo projecto de gestão de recursos hídricos. Este projecto que é financiado por três organismos das Nações Unidas, nomeadamente o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, tem estado em fase de elaboração nos últimos quatro anos.

Publicidade

Este projecto que tem por intuito melhorar a gestão dos recursos hídricos existentes pretende também responder de forma sustentável à sua eventual falta num contexto de mudanças climáticas. Ao evocar o reforço nos últimos três anos do apoio das Nações Unidas a este tipo de projectos, Zahira Virani representante do sistema das Nações Unidas em São Tomé e Príncipe, referiu que ajuda "os países a mudar vidas nas comunidades com dificuldades de acesso a água, ou que enfrentam o desafio de gestão dos recursos hídricos, ou que sofrem da contaminação da água ou da redução das reservas de água".

Neste sentido e por seu turno, as autoridades são-tomenses partilharam com os seus parceiros as experiências que conduzido e os progressos que tem conhecido no seu território. De acordo com Chicer Diogo, Director do pelouro da água na Direcção dos Recursos Naturais e Energia, "os resultados alcançados por São Tomé e Príncipe durante os três últimos anos são promissores, porque foi possível melhorar infra-estruturas e aumentar o abastecimento de água no país".

Mais pormenores com Maximino Carlos.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.