Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Morna candidata a património da humanidade

Césaria Evora
Césaria Evora ATTILA KISBENEDEK / AFP

Cabo Verde entrega candidatura da morna a património imaterial da Unesco. A entrega da candidatura será amanhã formalizada em Paris pelo ministro cabo-verdiano da Cultura.

Publicidade

O ministro cabo-verdiano da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, já se encontra em Paris onde vai entregar amanhã, segunda-feira 26 de Março, na Unesco, a candidatura técnica que marca a inscrição da morna como candidata a Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

Várias críticas têm-se levantado quanto ao facto do ministro se deslocar pessoalmente para entregar em mãos o dossier de candidatura da Morna, o género musical mais emblemático do país, a Património Imaterial da Humanidade.

Para o ministro Abraão Vicente, Cabo Verde tem todas as possibilidades de ter uma candidatura de sucesso junto da UNESCO, pela qualidade técnica da candidatura, pois este espelha a “alma o povo cabo-verdiano”.

O Parlamento cabo-verdiano aprovou no mês passado, a 27 de Fevereiro, por unanimidade, a data de 3 de Dezembro como Dia Nacional da Morna.

Os resultados da UNESCO deverão ser conhecidos até Dezembro de 2019.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.