Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

A seca continua a desolar camponeses em Cabo Verde

Barragem do Poilão, ilha de Santiago, Cabo Verde.
Barragem do Poilão, ilha de Santiago, Cabo Verde. RFI/Liliana Henriques

A situação de seca em Cabo Verde continua a desolar os agricultores e criadores de gado. No Município de São Lourenço dos Órgãos, no interior de Santiago, a maior ilha do arquipélago, os agricultores e criadores de gado têm recorrido à imprensa para pedir ao governo solução para a falta de água, propondo o equipamento dos furos de água existentes junto à barragem de Poilão que está completamente seca. O ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, garante que medidas estão a ser tomadas.

Publicidade

Também devido a seca, os agricultores da ilha do Fogo, pedem a unificação do preço da água, mas o ministro da Agricultura e Ambiente afirma que não será possível unificar o preço da água para agricultura em Cabo Verde, porque não há apenas um operador no arquipélago.

Por outro lado, Portugal vai disponibilizar perto de um milhão de euros a Cabo Verde para implementação, ao longo deste ano, de cinco projectos no sector do ambiente, entre os quais o roteiro para o estabelecimento de uma política de prevenção e gestão do uso da água em situação de escassez. Mais pormenores com Odair Santos.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.