Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Viagem pela história jesuítica em Cabo Verde

Fortaleza da Cidade Velha, em Santiago, primeira capital de Cabo Verde
Fortaleza da Cidade Velha, em Santiago, primeira capital de Cabo Verde RFI/Liliana Henriques

Cidade Velha, a primeira capital de Cabo Verde, vem debatendo projecto "Viagem pela história" retratando a chegada àquele Arquipélago dos jesuítas e o papel que tiveram na formação cultural do que viria a ser o povo crioulo caboverdiano, cruzamento de africanos e europeus, sobretudo, colonos portugueses.

Publicidade

A recreação da chegada dos jesuítas a Cabo Verde a 05 de Julho de 1604 marca a primeira edição do projecto “Viagem pela História” de Cabo Verde que decorre desde sexta-feira na Cidade Velha - a primeira capital do país. Trata-se de uma iniciativa do ministério da Cultura e das Industrias Criativas em parceria com Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago.

As actividades do projecto “Viagem pela história” retratam vários momentos da chegada dos Jesuítas, com o envolvimento de vários espaços e uma rota gastronómica associada.

O certame que visa a recriação do ambiente dos séculos XV e XVI em alguns pontos da Cidade Velha é impulsionada pelo governo que quer no futuro entregar o evento à Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago, como explica o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente.

A primeira edição da "Viagem pela História" é uma experiência piloto e pioneira no país de recriar os acontecimentos do período do descobrimento e povoamento das ilhas de Cabo Verde.

O projecto está orçado em cerca de 15 mil contos e conta com o apoio da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, de Portugal.

De Cabo Verde, o nosso correspondente, Odair Santos. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.