Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Cabo Verde cria Fundo para fazer face às catástrofes naturais

Erupção do Pico do Fogo. Imagem de Arquivo.
Erupção do Pico do Fogo. Imagem de Arquivo. REUTERS

O Serviço Nacional da Protecção Civil e Bombeiros reagiu com satisfação à criação, pelo Governo, do Fundo Nacional de Emergência, um fundo dotado com um milhão e trezentos mil euros para fazer face a eventuais situações de catástrofes naturais.

Publicidade

Um milhão e trezentos mil euros é o montante base que o Governo disponibiliza para o Fundo Nacional de Emergência, criado para fazer face a eventuais situações de catástrofes naturais.

O ministro de Estado e da Presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, explica que o fundo vai ser um mecanismo financeiro de preparação para as emergências em Cabo Verde, país arquipelágico, vulcânico e vulnerável que, além das mudanças climáticas, ao longo da sua história tem lidado com períodos de seca, algumas inundações e erupções vulcânicas.

O Serviço Nacional da Protecção Civil e Bombeiros reagiu com satisfação à criação, pelo Governo, do Fundo Nacional de Emergência. Em entrevista à rádio pública, o presidente do Serviço Nacional da Protecção Civil e Bombeiros, Reinaldo Rodrigues, disse que o Fundo Nacional de Emergência  vai ser capaz de dar resposta em tempo real a situações de calamidades.

O Fundo Nacional de Emergência vai ser alimentado com 0,5% das receitas tributárias não consignadas do Orçamento do Estado do ano anterior, mais os rendimentos provenientes da aplicação financeira, comparticipações das entidades públicas e privadas, e comparticipações de entidades internacionais.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Odair Santos.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.