Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Briga de deputados no Parlamento de Cabo Verde

Assembleia nacional de Cabo Verde, palco de briga, entre 2 deputados do Mpd e do PAICV
Assembleia nacional de Cabo Verde, palco de briga, entre 2 deputados do Mpd e do PAICV DRI/Parlamento de Cabo Verde

Briga entre dois deputados, 1 do Mpd, no poder, e outro do Paicv, na oposição, no Parlamento, de Cabo Verde, condenada pelo chefe de Estado, Jorge Carlos Fonseca. O presidente, reagia, hoje, ao acontecimento da semana passada, dizendo que há que "apurar as responsabilidades e havendo responsáveis, a responsabilidade deve ser imputada". 

Publicidade

O Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, reagiu, hoje, à briga, entre 2 deputados, 1 do MpD, no poder, e outro do PAICV, na oposição, na Assembleia nacional.

Segundo o chefe de Estado caboverdiano, o acontecimento da semana passada no Parlamento, "nao é para fazer escola" e que "as responsabilidades devem ser apuradas".

"Ninguém desejará que factos desses aconteçam no Parlamento ou em qualquer outra instância legitimada democraticamente", sentenciou, o Presidentente caboverdiano, Jorge Carlos Fonseca, jurisconsulto.

O chefe de Estado de Cabo Verde, reagiu ao caso, à margem da cerimónia de abertura do ano judicial.

Jorge Carlos Fonseca, garantiu aos jornalistas, que "nestes casos as responsabilidades também devem ser apuradas, isto é, tem que se saber porquê aconteceu o facto e se há responsáveis e havendo responsáveis, a responsabilidade deve ser imputada", assim como as consequências.

O deputado do Mpd, Emanuel Barbosa, diz ter sido "agredido pelo deputado do PAICV, Moisés Borges" que do seu lado, afirma, ter respondido a "uma tentativa de ataque" por parte do colega.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.