Acesso ao principal conteúdo
Artes

Dicionário para aproximar França de Cabo Verde

José Moreno Brito, Autor de um dicionário francês/crioulo cabo-verdiano/português
José Moreno Brito, Autor de um dicionário francês/crioulo cabo-verdiano/português RFI/Carina Branco

O cabo-verdiano José Moreno Brito, empresário na construção civil em Paris, lançou um dicionário francês/crioulo/português para ajudar os emigrantes a aprenderem francês e os filhos franceses a aprenderem crioulo. Chegado a França há 33 anos, foram as dificuldades iniciais com a ‘língua de Voltaire’ que o motivaram a fazer o livro.

Publicidade

Eu nem sabia pedir um copo de água e há pessoas que passaram pelo mesmo caminho”, contou José Moreno Brito, em jeito de introdução, em entrevista realizada nos estúdios da RFI.

Lançado em Fevereiro de 2018 em Marselha, o dicionário foi apresentado na Cidade da Praia a 22 de Dezembro e vai ser lançado, em breve, em Paris. Depois, José Moreno Brito quer levá-lo até Portugal.

Além dos emigrantes cabo-verdianos residentes em França, o dicionário “muito simples” tem como público-alvo as crianças, sendo acompanhado de várias ilustrações temáticas. “Eu levei os meus filhos para Cabo Verde e vi que eles sofreram também da mesma maneira porque chegaram aos braços dos meus pais e não sabem crioulo. Só falam francês.”

O dicionário, que escolheu o crioulo da ilha de Santiago, “levou muito tempo a realizar”, cerca de quatro anos. “Como emigrante que trabalha nas obras, não foi fácil para mim. Foi muito, muito, muito duro”, afirmou, sublinhando que não teve apoios financeiros para a edição.

O livro foi tem co-autoria de Fernando Moreno Marques e ilustrações de Tchilac Furtado. Para encomendar a obra deve enviar um email a morenojosesarl@yahoo.fr .

Oiça a entrevista no programa ARTES.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.