Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Cabo Verde quer ter um estatuto especial na CEDEAO

Jorge Carlos Fonseca, presidente de Cabo Verde, quer tratamento especial do país na CEDEAO
Jorge Carlos Fonseca, presidente de Cabo Verde, quer tratamento especial do país na CEDEAO Presidente da República, Jorge Cawww.facebook.com/Presidencia.cv

Cabo Verde quer ter um tratamento especial no seio da CEDEAO, tendo em conta, que é o país membro, que "per capita" mais contribui financeiramente, para a organização sub-regional. Uma afirmação do chefe de Estado, Jorge Carlos Fonseca, à sua partida para o Senegal, onde foi participar nas cerimónias de empossamento do recém reeleito Presidente senegalês.

Publicidade

O presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, à sua partida para o Senegal para participar na tomada de posse do presidente senegalês reeleito, Macky Sall, declarou à imprensa estar em preparação um pedido de estatuto especial do país, junto da CEDEAO.

Jorge Carlos Fonseca, sublinhou que o dossier está a ser preparado em articulação com o governo, considerando que o país deve ser tratado de forma diferente, porque é o membro da CEDEAO, que, per capita mais contribui financeiramente a organização sub-regional.

Por outro lado, Cabo Verde, tem de estar igualmente mais atento aos programas de transportes da CEDEAO, afirmou o Presidente caboverdiano. 

Entretando ao nível de política interna, continua a provocar reacções a questão da Regionalização administrativa, debatida no Parlamento, mas que sofreu atraso na sua vertente de votação na especialidade.

O primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva, disse, à imprensa, que o seu governo está aberto e a fazer o máximo para que o diploma seja aprovado na especialidade, na próxima de sessão parlamentar.

 Enfim, em relação à saúde pública, o problema de alergias começa a alertar a sociedade caboverdiana e as autoridades públicas e sanitárias.

Aliás, a nível mundial há actualmente mil milhões de pessoas em todo o mundo a sofrer de alergias.

Maria do Céu Teixeira, imunoalergologista no Hospital Agostinho Neto, em Cabo Verde, explica o porquê de sermos cada vez mais alérgicos. 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.