Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Cabo Verde reforça protecção das crianças nas escolas

Escola primária na Cidade da Praia.
Escola primária na Cidade da Praia. RFI/Neidy Ribeiro

O Conselho Alargado do Ministério de Educação recomenda atenção especial à protecção da criança e do adolescente e melhor supervisão ao ensino privado e cooperativo no arquipélago. O ano lectivo 2019-2020 em Cabo Verde arranca a 23 de Setembro e vai decorrer sob o lema “Juntos pela qualidade sem deixar ninguém para trás”.

Publicidade

O Ministério de Educação em Cabo Verde vai no próximo ano lectivo reforçar a intervenção a nível da protecção social, de modo a dar uma atenção especial à protecção da criança e do adolescente está é uma das conclusões do conselho alargado do Ministério da Educação que decorreu na cidade da Praia de 02 a 04 de Maio.

A ministra da Educação, Família e Inclusão Social, Maritza Rosabal enumerou as preocupações do governo na projecção das crianças e dos adolescentes: " Nós ainda estamos a ver casos de assédio sexual nas escolas. Há ainda uma questão muito importante sobre os casos de abuso sexual de crianças, abuso que se dá no seio das famílias. Outra questão é o trabalho infantil".

Também o conselho alargado do Ministério da Educação concluiu que o ensino privado e cooperativo em Cabo Verde tem apresentado bons resultados em termos de qualidade no ensino básico, mas já no secundário recomendou melhor supervisão como adiantou à imprensa, Julião Barros, Inspector-geral da Educação

O ano lectivo 2019-2020 em Cabo Verde arranca a 23 de Setembro e vai decorrer sob o lema “Juntos pela qualidade sem deixar ninguém para trás”.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.