Acesso ao principal conteúdo
África

Desova das tartarugas mobiliza voluntários em Cabo Verde

Período de desova vai até outubro
Período de desova vai até outubro RFI-Odair Santos

Voluntários de vários países estão em Cabo Verde a trabalhar "para fazer com que as tartarugas cheguem em segurança às águas". A desova das tartarugas decorre até Outubro.

Publicidade

Em Cabo Verde, a época de desova das tartarugas marinhas começou na quarta-feira e decorre até Outubro. Uma das praias mais procuradas é a dos Achados, na ilha de Santa Luzia, onde a associação ambientalista Biosfera I está a seguir o período da desova.

Em entrevista ao correspondente da RFI, Odair Santos, o presidente da Biosfera I, Tommy Melo, afirma que a praia dos Achados na Santa Luzia está limpa e destaca a presença de mais voluntários.

A associação ambientalista Biosfera I existe desde 2006 e tem trabalhado na promoção e na conservação da biodiversidade em Cabo Verde e na sub-região, através de uma estratégia integrada de conservação das espécies e dos seus habitats, focando especialmente os ecossistemas marinhos e costeiros. 

No ano passado, o país registou 124 mil ninhos de tartarugas marinhas, um número recorde que foi três vezes maior do que em 2017.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.