Acesso ao principal conteúdo
Estados Unidos

Google e Facebook criticados pela justiça americana por monópolio

Justiça americana acusa Google e Facebook de monopólio do mercado da Net e redes sociais
Justiça americana acusa Google e Facebook de monopólio do mercado da Net e redes sociais REUTERS/File Photo

Nos Estados Unidos, procuradores de vários estados federados abriram inquéritos contra Google, que monopoliza o mercado das tecnologias digitais e Internet, desvirtuando leis da economia de mercado livre e aberto. Mas também Facebook, está igualmente a ser investigado pela justiça americana, que não respeita as regras do mercado e faz negócios chorudos vendendo dados pessoais à publicidade.

Publicidade

São acusações da procuradoria de numerosos Estados americanos contra Google que recorre a regras antitrust com o gigante tecnológico dominando a Net, mas também o seu sistema Android, não deixando espaço a outras empresas.

Outro gigante é o Facebook que tem estado sob inquérito da justiça americana por posição ultradominante nas redes sociais e de publicidade.

Duas questões muito seguidas na Europa, que já multou várias vezes as duas grandes empresas digitais por monopólio dos mercados.

Há também o tema dos dados pessoais considerado nos meios dos Negócios Digitais como o futuro mercado de ouro, dados que Google,Facebook e as redes sociais duma maneira geral utilizam para vender a empresas de publicidade, comércio online e aplicações de telemóveis.

Monopólio de Google e Facebook representa biliões de dólares

Por exemplo, Google e Facebook controlam 60% do mercado americano, o que representa cerca de 129 mil milhões de dólares, em 2019, e mais de 50% a nível mundial ganhando a bonita soma de 333 mil milhões de dólares, segundo um estudo do eMarketer.

Google é ainda criticado em matéria de buscas online monopolizando 92,4% da procura de informações a nível mundial, segundo dados do último mês de agosto.

A mesma coisa se passa no mercado dos telemóveis com o sistema de exploração Android a dominar com 76%% dos smartphones.

Pode-se fazer o mesmo raciocínio em relaçao ao Facebook, Instagram e WhatsApp, com o grupo Facebook a dominar o mercado das redes sociais.

A justiça duma grande parte dos estados federados americanos gostaria pois de desmantelar estes grupos tecnológicos digitais que são todos americanos, empresas bilionárias monopolizando todo o mercado mundial tecnológico.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.