Acesso ao principal conteúdo
Hong Kong

Mais um fim-de-semana de violência em Hong Kong

Hong Kong viveu mais um fim-de-semana de violência entre a polícia e radicais durante manifestação
Hong Kong viveu mais um fim-de-semana de violência entre a polícia e radicais durante manifestação Reuters

Mais um fim-de-semana de violência, em Hong Kong, entre a polícia e manifestantes que continuam a reclamar mais democracia. Os manifestantes mais radicais agrediram com pedras forças policias que retaliaram hoje e ontem com gás lacrimogéneo. Manifestações em vésperas dos 70 anos da China comunista.

Publicidade

Violentos confrontos opuseram hoje em Hong Kong manifestantes pró-democracia à polícia no seguimento de um fim-de-semana marcado por uma nova mobilização preocupante para Pequim que festeja na terça-feira os 70 anos da China comunista.

A antiga colónia britânica atravessa desde o começo de junho a sua pior crise política depois da sua retrocessão à China, em 1997, com acções e manifestantes todas semanas.

Foi o que aconteceu, este fim-de-semana, com milhares de manifestantes nas ruas de Hong Kong, reclamando mais democracia e liberdade.

Forças policiais lançaram hoje gás lacrimogéneo contra manifestantes no bairro de Causeway Bay, renomado pelas suas várias lojas e butiques de luxo.

Hong Kong e ira da China que festeja os 70 anos do regime comunista

Milhares de manifestantes não ficaram intimidados pelo aparato policial e o uso de gás lacrimogéneo, mas os militantes mais radicais vandalizaram estações de metro e arrancaram bandeirolas assinalando os 70 anos do regime comunista chinês.  

Confrontos tiveram lugar quando os manifestantes foram cercados pela polícia que conduziu alguns deles à esquadra para serem interrogados.

Grupúsculos radicalizados já tinham lançado ontem cocktails Molotov e pedras contra forças da polícia que replicou com canhões de água, gás lacrimogéneo e pimenta.

Milhares de manifestantes tinham-se reunido num parque em frente ao Parlamento, onde começou há 5 anos, a 28 de setembro de 2014, o Movimento dos guarda chuvas, uma ocupação pacífica no coração financeiro e político de Hong Kong, que durou 79 dias.  

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.