Acesso ao principal conteúdo
Artes

Os enredos de Luísa Semedo em " O Canto da Moreia"

Áudio 13:15
Luísa Semedo (à direita), durante a apresentação seu romance "O Canto da Moreia" no passado dia 10 de Outubro em Paris.
Luísa Semedo (à direita), durante a apresentação seu romance "O Canto da Moreia" no passado dia 10 de Outubro em Paris. RFI/Liliana Henriques

Foi lançado há semana aqui em Paris, o livro “O Canto da Moreia”, o percurso de Eugénio, jovem cabo-verdiano que emigra para Portugal nos finais dos anos 70 e cuja odisseia seguimos até ao fim da sua vida. Este romance editado pela Porto Editora é o primeiro da luso cabo-verdiana Luísa Semedo, doutorada em Filosofia pela Universidade da Sorbonne, presidente do Conselho Regional da Europa para as Comunidades e presença frequente das nossas antenas.Em entrevista com a RFI, a autora Luísa Semedo fala desta obra que versa designadamente sobre a emigração, os preconceitos e o fim de vida, começando por explicar a escolha do título "O Canto da Moreia".  

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.