Acesso ao principal conteúdo
Itália/ música

Mundo comemora 200 anos do compositor Giuseppe Verdi

A cidade de Busseto começou as comemorações hoje pela manhã, dos 200 anos do compositor.
A cidade de Busseto começou as comemorações hoje pela manhã, dos 200 anos do compositor. Wikipédia

A pequena cidade de Busseto, na Itália, comemora hoje os 200 anos do nascimento de seu mais ilustre habitante, o compositor Giuseppe Verdi, em 10 de outubro de 1813. O vilarejo é o epicentro de festejos em todo o país e no mundo, para celebrar o bicentenário do famoso autor de 28 óperas.

Publicidade

Na comunidade de Roncole, a casa onde o músico passou a infância chama atenção pela simplicidade. Nesta manhã, às 8h30 locais, foi ali que começaram oficialmente as comemorações, que acontecem no mundo inteiro nesta quinta e estão catalogadas no site www.giuseppeverdi.it.

Exposições, concertos, debates e colóquios estão marcados na Itália e em vários países para celebrar a obra do compositor, como na Ucrânia, na Nova Zelândia, na China ou na Etiópia. No Brasil, houve eventos em Belo Horizonte e, em São Paulo, o Museu da Imagem e do Som expõe a mostra Verdi 200 anos – Imagens em transição. Além disso, a apresentação de “Réquiem” pela Orquestra Sinfônica de Chicago, dirigida por Riccardo Muti, será retransmitida ao vivo e em streaming.

Em Busseto, um coral de crianças e adolescentes cantou “Va pensiero”, da ópera Nabuco, considerada por muitos italianos como o segundo hino nacional. Para marcar a data, uma cópia da certidão de nascimento foi exposta na antiga casa, onde os pais de Verdi mantinham um armazém. Os correios italianos lançaram um selo comemorativo com a imagem do maestro, também autor da famosa “Rigoletto”. À noite, a cidade vai ser palco do espetáculo “Falstaff”, a última ópera do músico, interpretada pelo italiano Renato Bruson.

 

 

"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"É graças a ele que o nosso país é conhecido no mundo inteiro”, disse à agência AFP, Mario Rossin, que foi à cidade nesta manhã para participar das comemorações.

As festividades se iniciaram em janeiro, com mais de mil eventos realizados até agora, em 200 cidades dos cinco continentes: 331 óperas, 302 concertos, 163 conferências e debates, 84 projeções, 44 exposições, 14 peças e 12 espetáculos de dança.

O talento de Verdi foi percebido pelo seu professor de escola. De origem humilde, ele conseguiu realizar estudos musicais graças à ajuda de um rico mecenas de Busseto, Antonio Barezzi, apaixonado por música.

Mesmo depois da fama, Verdi preferiu continuar morando na sua cidade-natal, um sinal de simplicidade que conquista os italianos até hoje. No plano político, ele foi um dos ícones do Ressurgimento, movimento que conduziu à unificação do país.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.