Acesso ao principal conteúdo
Desporto

MTN-Qhubeka, sucesso sul-africano na primeira Volta a França

Áudio 07:11
O britânico Stephen Cummings venceu a décima quarta etapa da Volta a França e ofereceu a primeira vitória à MTN-Qhubeka.
O britânico Stephen Cummings venceu a décima quarta etapa da Volta a França e ofereceu a primeira vitória à MTN-Qhubeka. AFP FOTO / LIONEL BONAVENTURE

O destaque desta edição do desporto vai para a Volta a França em bicicleta que terminou ontem.O vencedor, pela segunda vez, foi o britânico com origens quenianas, Christopher Froome da equipa Sky.No segundo lugar ficou o colombiano Nairo Quintana da equipa Movistar e no último lugar do pódio terminou o espanhol Alejandro Valverde também da equipa Movistar.O melhor atleta africano na classificação geral foi o eritreu Daniel Teklehaimanot da equipa MTN-Qhubeka que terminou no 49° lugar a duas horas 16 minutos e 15 segundos do líder. Aliás a equipa sul-africana, foi homenageada hoje em Paris na UNESCO. A MTN-Qhubeka foi a primeira equipa africana a participar num Tour, e o eritreu Daniel Teklehaimanot foi o primeiro ciclista da África negra a vestir a casimola de melhor trepador durante vários dias.De referir que quatro ciclistas portugueses e um director-desportivo luso participaram na prova.O melhor foi Nelson Oliveira da equipa Lampre Merida que ficou no 47° lugar a duas horas 15 minutos e 32 segundos do líder.Ouça as entrevistas à RFI de Nelson Oliveira, ciclista da Lampre-Merida, de Tiago Machado, ciclista da Katusha, de José Mendes, ciclista da Bora-Argon18, e de José Azevedo, director-desportivo da Katusha.Quanto as outras classificações o Tour, de referir que a camisola de melhor trepador foi também para o britânico Christopher Froome, enquanto a camisola verde de melhor sprinter foi para o eslovaco Peter Sagan da equipa Tinkoff-Saxo. O melhor jovem foi o colombiano Nairo Quintana enquanto a melhor equipa foi a espanhola Movistar. De notar que a equipa MTN-Qhubeka terminou no quinto lugar na classificação geral por equipas.De referir que a equipa MTN-Qhubeka para a sua primeira participação, alcançou excelentes resultados e até arrecadou uma vitória numa etapa com o britânico Stephen Cummings, a décima quarta que ligou as cidades de Rodez e de Mende.A equipa chegou a Paris com oito elementos com apenas um corredor a abandonar, o sul-africano Louis Meintjes.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.