Acesso ao principal conteúdo
MUNDIAL DE FUTEBOL 2018

Mundial2018: Vitória sofrida do Brasil com a Costa Rica

Brasileiros festejam a vitória sofrida com a Costa Rica, por 2 a 0.
Brasileiros festejam a vitória sofrida com a Costa Rica, por 2 a 0. REUTERS/Marcos Brindicci

Foi só nos descontos, após os 90 minutos, que o Brasil conseguiu inaugurar o marcador apontando dois golos à Costa Rica. A selecção canarinha soma agora quatro pontos e assume, provisoriamente, a liderança do grupo.

Publicidade

Os brasileiros sofreram muito com os costa-riquenhos em relação às suas defesas e contra ataques.

Só na segunda parte os verde e amerelos reforçaram o seu ataque, com novas oportunidades de golo a não se concretizarem.

Quando começou o prolongamento foi o tudo por tudo que acabou por ser bem sucedido.

Philippe Coutinho, autor do primeiro golo brasileiro na partida inaugural, voltou a marcar com a sua selecção.

Não obstante o desespero dos costa-riquenhos para reagir o Brasil ia ainda aumentar a margem por intermédio do incontornável Neymar, nos derradeiros instantes da partida.

O Brasil assume, provisoriamente, a liderança do grupo E.

Philippe Coutinho, autor do primeiro dos golos brasileiros, assumia ao microfone de Élcio Ramalho, a sua emoção pelo desfecho da partida.

Por seu lado Tite, seleccionador do Brasil, admite ter estado quase a desesperar por as oportunidades de golo terem demorado tanto a se concretizar.

Noutro jogo desta sexta-feira a Nigéria ganhou à Islândia por duas bolas sem resposta em partida de encerramento do grupo D.

Um desfecho que reabre a esperança da Argentina conseguir ainda o apuramento para a fase seguinte, não obstante a selecção de Lionel Messi ter sido goleada nesta quinta-feira pela Croácia por 3 a 0.

Os nigerianos que tinham perdido com os croatas no jogo inaugural por 2 a 0 vão também apostar no mesmo objectivo.

O último jogo do dia opõe, de novo no grupo E, a Sérvia à Suíça.

 

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.