Acesso ao principal conteúdo
Europa/Crise

BCE promove redução histórica de juros para combater a recessão

Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu, durante coletiva de imprensa desta quinta-feira em Bratislava, na Eslováquia.
Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu, durante coletiva de imprensa desta quinta-feira em Bratislava, na Eslováquia. REUTERS/Petr Josek

Sob a pressão de governos e dos mercados, o Banco Central Europeu (BCE) promoveu hoje uma redução histórica de sua taxa diretora de juros, que passou de 0,75% (fixada em julho) para 0,5%. A taxa de juros do BCE para os empréstimos de bancos privados por 24h também sofreu baixa e agora está no patamar de 1%.

Publicidade

O presidente do BCE, Mario Draghi, declarou que a instituição está preparada para atuar nos mercados e manter uma política flexível em suas taxas de juros "pelo tempo que for necessário". Segundo Draghi, a decisão de baixar os juros foi tomada por unanimidade na diretoria. O presidente do BCE incitou os governos europeus a manter os programas de saneamento das contas públicas, privilegiando os cortes nos gastos estatais em vez de aumentar os impostos.

Há vários meses, o BCE vinha sendo cobrado a adotar uma política mais ousada na gestão de sua política monetária, como tem feito o FED americano desde o início da crise e mais recentemente o banco central japonês. O objetivo do corte nos juros é favorecer a atividade de bancos e empresas, criando condições propícias à retomada do crescimento. Analistas e mercados esperavam por esta decisão devido à recessão na zona do euro e ao nível de desemprego recorde no continente.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.