Acesso ao principal conteúdo
EUA/Economia

Apesar do bloqueio no orçamento, FED continua política de apoio nos EUA

O Federal Reserve (FED) vai continuar estimulando o crescimento dos EUA.
O Federal Reserve (FED) vai continuar estimulando o crescimento dos EUA. REUTERS/Jonathan Ernst

O Banco Central norte-americano anunciou nessa quarta-feira, 30 de outubro, que pretende continuar sua política de apoio à retomada econômica do país. Apesar do bloqueio orçamentário imposto pelo Congresso no início do mês, a instituição aponta avanços nas finanças dos Estados Unidos e afirma que vai prosseguir comprando títulos do Tesouro com vem feito desde o começo do ano.

Publicidade

O Federal Reserve (FED), equivalente do banco central dos Estados Unidos, não parece preocupado com o impasse orçamentário que paralisou parte do país durante mais de duas semanas no início de outubro e pretende continuar o programa de estímulos. Em um esperado comunicado divulgado nessa quarta-feira, a instituição afirmou que a atividade econômica norte-americana avança em ritmo moderado e que prefere “esperar mais provas de progressos” antes de ajustar seu ritmo de aquisição de ativos. Em outras palavras, o FED pretende continuar comprando 85 bilhões de dólares em títulos ao mês.

O Banco Central norte-americano também anunciou que vai manter sua taxa de juros entre 0 e 0,25%, seguindo uma política adotada desde 2008. A instituição se comprometeu em manter esse índice até que os números do desemprego no país passem dos atuais 7,2% da população ativa para menos de 6,5%.

O FED ressalta que “a política orçamentária está freando o crescimento econômico”, em alusão à paralisia parcial enfrentada pelo país durante o braço de ferro sobre o orçamento no Congresso norte-americano. Mas a instituição também afirma que “os riscos de degradação da economia e do mercado de trabalho diminuíram desde o outono passado”. O principal ponto negativo do balanço é sobre o mercado imobiliário que, segundo o comunicado, “desacelerou nos últimos meses”.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.