Acesso ao principal conteúdo
Economia/Europa

BCE rebaixa taxas de juros para conter deflação

Sede do Banco Central Europeu em Frankfurt na Alemanha.
Sede do Banco Central Europeu em Frankfurt na Alemanha. REUTERS/Alex Domanski/Files

O Banco Central Europeu (BCE) surpreendeu o mercado e os analistas ao reduzir sua principal taxa de juros para 0,25% durante a reunião mensal de política monetária nesta quinta-feira, o que constitui um mínimo histórico.

Publicidade

Desde maio, a taxa de referência se situava em 0,5%. O BCE manteve a 0% a taxa de depósito de um dia, e baixou a 0,75% a taxa de empréstimo marginal, que era de 1% até o momento.

A maioria dos analistas não esperava uma queda das taxas apesar dos apelos dos mercados financeiros e dos responsáveis políticos para reduzir a taxa de referência para lutar contra o espectro da deflação, sinônimo, de diminuição dos preços e também dos salários e atividades econômicas.

A inflação na zona do euro subiu em outubro para 0,7%, muito abaixo da meta de 2% fixada pelo BCE. O euro reagiu com uma forte queda depois da decisão. No início da tarde, o euro estava cotado a 1,3354 dólar, seu nível mais baixo desde meados de setembro, diferentemente do valor de U$ 1,3505 cotado antes da reunião do Banco Central Europeu.

 

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.