Acesso ao principal conteúdo
Formula 1

Williams anuncia troca de direção após GP da Malásia

O presidente da Williams, Adam Parr.
O presidente da Williams, Adam Parr. REUTERS/Brandon Malone

O principal responsável da escuderia Williams de Fórmula 1, Adam Parr, anunciou nesta segunda-feira que deixará o cargo no dia 30 de março por “razões pessoais”. De acordo com o comunicado, enviado pela Williams Grand Prix Holdings, Adam Parr disse ter tomado a decisão para “encontrar um melhor equilíbrio em sua vida”.

Publicidade

Adam Parr assumiu a Williams em 2006 para dar um novo impulso à escuderia inglesa fundada e dirigida por Frank Williams, apesar das dificuldades financeiras.

“Este período foi ao mesmo tempo muito exigente e gratificante. A Williams é um equipe única, composta por mais de 500 pessoas talentosas, com muitos parceiros fantásticos dentro e fora da Fórmula 1”, afirmou Parr. Segundo ele, a escuderia está de novo “na boa direção”.

O anúncio é feito um dia após a Williams ter conquistado o sexto lugar no conturbado GP da Malásia com o brasileiro Bruno Senna.

Adam Parr será substituído por Nick Rose, que atualmente ocupa o posto de presidente não-executivo da Williams. Rose deverá ser o braço-direito de Frank Williams que continua a dirigir a F1 com a ajuda de sua filha Claire, diretora de Marketing e Comunicação.

"Sir Frank" fundou a escuderia em 1977 e conquistou 16 títulos de campeão mundial (7 de pilotos e 9 de construtores) nos anos 80 e 90 e terminou a temporada de 2011 na 9ª colocação.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.