Acesso ao principal conteúdo
Eurocopa

Seleção espanhola é recebida pelo rei e celebra Eurocopa em Madri

Seleção espanhola foi recebida pelo rei Juan Carlos (no centro, com troféu) nessa segunda-feira em Madrid
Seleção espanhola foi recebida pelo rei Juan Carlos (no centro, com troféu) nessa segunda-feira em Madrid REUTERS/Dominique Faget

Os espanhóis celebraram a vitória do país na Eurocopa com o time do técnico Vicente Del Bosque, que desembarcou em Madri em clima de festa nessa segunda-feira. Os jogadores foram recebidos pelo rei da Espanha antes de passearem em carro aberto pela capital diante de milhares de pessoas.

Publicidade

Luisa Belchior , correspondente da RFI em Madri

Com a taça da Eurocopa de 2012 em mãos, a seleção espanhola aterrissou nesta segunda-feira em Madri e foi recebida por uma multidão que invadiu as ruas do centro da cidade. Uma mostra de como a vitória conquistada pelo país amenizou a crise que assola a Espanha.

A equipe do técnico Vicente del Bosque foi acolhida, logo na saída do aeroporto de Barajas, por um arco d'água formado por mangueiras do corpo de bombeiros de Madri. Dali, o time seguiu para o hotel oficial da seleção, mas não houve tempo para descansar, já que os jogadores foram direto ao palácio de Zarzuela, a residência da família real, para serem recebidos pelo rei da Espanha, Juan Carlos 1º, os príncipes e suas filhas.

Na recepção, o monarca, quebrando o protocolo, deu um longo abraço em Del Bosque, a quem parabenizou pelo que chamou de tri-campeonato. “A vitória é mérito sobretudo de Del Bosque, que soube aguentar muita coisa”, disse o rei, que depois conversou informalmente com os jogadores.

Os espanhóis estão considerando este título o terceiro seguido, depois de vencer a Copa do Mundo em 2010 e a Eurocopa anterior, em 2008. Por isso, dizem estar celebrando também a tríplice coroa do futebol espanhol. E foi com essa responsabilidade que a seleção saiu às ruas do centro da cidade depois do cumprimento do rei. Percorreram toda a Gran Via e, no início da noite, chegaram à mítica Praça de Cibeles, totalmente abarratoda de torcedores. Lá, em um palco, conversaram com a multidão e agradeceram o apoio, em uma festa comandada pelo goleiro reserva da seleção, Pepe Reina.

Os 23 jogadores foram recebidos com palavras como “invencíveis”, “super-heróis”, “legendas”, após cumprimentos do rei da Espanha, Juan Carlos 1º. “A melhor coisa é ver a cara de alegria das pessoas e saber que amenizamos um pouco os tempos difíceis que vivemos”, disse o meio-campista Andrés Iniesta, eleito pela Uefa o melhor jogador da Eurocopa.

Nos próximos dias, os jogadores, que ainda não dormiram desde o fim do jogo de domingo, terão folga para descansar. Mas a partir da semana que vem a seleção volta a trabalhar. A meta agora, segundo Del Bosque, é conquistar a quarta coroa: a Copa do Brasil de 2014.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.