Acesso ao principal conteúdo
Espanha/Futebol

Messi é indiciado na Espanha por fraude fiscal

O atacante do Barcelona, Lionel Messi
O atacante do Barcelona, Lionel Messi REUTERS/Jorge Dan Lopez

A justiça espanhola indiciou nesta quinta-feira, 20 de junho de 2013, Lionel Messi por fraude fiscal. O craque argentino do Barcelona e da seleção argentina é suspeito de ter sonegado mais de 4 milhões de euros, cerca de 11 milhões de reais. O pai de Messi, Jorge Horacio Messi, também foi indiciado.

Publicidade

A justiça espanhola também convocou Lionel Messi e seu pai para deporem sobre o caso no dia 17 de setembro. A queixa de fraude fiscal contra o jogador argentino foi feita em 12 de junho pelo pólo financeiro do tribunal de Barcelona. Messi e seu pai, Jorge Horacio Messi, são suspeitos de terem sonegado o imposto de renda em 2007, 2008 e 2009. Ao todo, eles teriam escondido 4 milhões de euros em paraísos fiscais.

O jogador nega todas as acusações, mas hoje a justiça de Barcelona aceitou a queixa e decidiu indiciá-lo. Na semana passada, essa revelação de suspeita de fraude fiscal chocou a Espanha. O jornal conservador El Mundo afirmou que o tetra Bola de Ouro, de 25 anos, dá um péssimo exemplo e pediu uma condenação severa, se a fraude fiscal for comprovada. Segundo a revista americana Forbes, Lionel Messi é o 10° atleta mais rico do mundo.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.