Acesso ao principal conteúdo
Copa do Mundo

Copa: após mordida, Fifa suspende uruguaio Suárez por nove jogos

Suárez queixa-se dos dentes e Chiellini aponta para o ombro mordido no jogo entre Itália e Uruguai, realizado na Arena das Dunas em Natal.
Suárez queixa-se dos dentes e Chiellini aponta para o ombro mordido no jogo entre Itália e Uruguai, realizado na Arena das Dunas em Natal. REUTERS/Tony Gentile/Files

A Fifa decidiu suspender hoje (26) o atacante uruguaio Luis Suárez, depois de ele ter mordido o ombro do jogador italiano Giorgio Chiellini. O incidente aconteceu durante a partida entre os dois países, na última terça-feira, pela última rodada da primeira fase da Copa do Mundo. Ele não poderá jogar nove partidas e deverá ficar quatro meses afastado do futebol.

Publicidade

A decisão foi anunciada pela diretora de comunicação da Fifa, Delia Fischer, ao final de uma reunião da comissão disciplinar sobre o assunto. O atacante foi ouvido pela entidade.

O Uruguai se classificou para as oitavas de final depois de vencer a Itália por 1 a 0. Aos 35 minutos do segundo tempo da partida, o atacante uruguaio mordeu o ombro de Chiellini, que, indignado, mostrou a mordida para o juiz. Suárez, entretanto, não foi sancionado durante o jogo.

O árbitro argumenta não ter visto a agressão, mas a Fifa recordou em um comunicado que a comissão disciplinar tem a prerrogativa para punir agressões que não tenham sido observadas pelo juiz.

Sanção rígida

Essa foi a punição mais severa adotada pela entidade na história da Copa do Mundo. O comitê disciplinar da Fifa tem 19 membros e é presidido pelo suíço Claudio Sulser. Suárez ou a Associação Uruguaia de Futebol (AUF) podem apresentar uma defesa à federação internacional até as 17h desta quarta-feira (horário de Brasília). No sábado, o Uruguai enfrenta a Colômbia pelas oitavas de final.

Essa não foi a primeira vez que Suárez foi punido por morder adversários. Em 2010, quando jogava no Ajax, ele foi suspenso por sete partidas pela liga holandesa por ter mordido um jogador do PSV Eindhoven, Otman Bakkal. Na época, recebeu o apelido "o canibal do Ajax".

Em abril de 2013 foi punido pela Federação Inglesa de Futebol por 10 partidas depois de, como jogador do Liverpool, ter mordido o braço do sérvio Branislav Ivanovic (Chelsea).
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.