Acesso ao principal conteúdo
Brasil/Copa

Em mensagem, Neymar avisa que sonho de ser campeão não acabou

O jogador Neymar.
O jogador Neymar. Foto: CBF

Antes de deixar a Granja Comary de helicóptero neste sábado (5) rumo à sua casa no litoral paulista, Neymar gravou uma mensagem de vídeo para agradecer o apoio dos fãs e avisar que pretende voltar rápido aos gramados. Visivelmente emocionado, o atacante manifestou desejo de comemorar o título com os companheiros na final da Copa. 

Publicidade

Elcio Ramalho, enviado especial da RFI à Teresópolis,

Neymar dirigiu sua mensagens aos brasileiros, à comissão técnica e aos jogadores que o apoiaram neste momento delicado da sua carreira. "É um momento difícil e faltam palavras para dizer o que está passando pela minha cabeça e no meu coração", começou o atacante.

"Só quero dizer que vou voltar o mais rápido possível", continuou. Ao agradecer o carinho dos fãs através das mensagens, ele avisou: "o sonho de ser campeão não acabou, foi interrompido por uma jogada, mas ele continua". E declarou toda sua confiança nos companheiros que vão brigar pelo título. "Vamos ser campeões e vou estar com eles", disse.

Repouso para se recuperar

Duas horas depois da partida de Neymar, o médico da seleção brasileira foi escalado para explicar a lesão que tirou o melhor jogador do Brasil da Copa e o tratamento que o craque deverá seguir.

Segundo o doutor José Luiz Runco, a maior preocupação ao entrar em campo era confirmar se Neymar não havia sido vítima de um problema neurológico. Ele percebeu que a situação era delicada pela dificuldade do jogador em se virar para ficar de costas e pelas dores que o craque sentia.

O médico explicou que uma tomografia computadorizada constatou a fratura na terceira vértebra e, na sequência, uma ressonância magnética revelou que nada de mais grave havia acontecido com o craque apesar da força da joelhada.

"O Neymar estava na posição de se proteger para dominar a bola. A energia de força foi muito grande e fez com que se quebrasse a apófise transversa da terceira vértebra", detalhou. "Ele consegue dar passos, caminhar e não tem lesão neurológica. Ele precisa de um tempo para que a fratura possa se cicatrizar", explicou o médico, garantindo que o futuro profissional do atleta não está comprometido.

No entanto, a decisão de seguir o tratamento na casa dos familiares, partiu do próprio jogador por se sentir mais confortável. O atacante dormiu na Granja Comary ao lado do pai e com ajuda de remédios, e não precisou de ajuda médica durante a noite.

Neymar, deitado na maca, acena para a imprensa em sua despedida da seleção.
Neymar, deitado na maca, acena para a imprensa em sua despedida da seleção. Foto: Reuters

Para o tratamento, ele terá que usar uma cinta na altura da região lombar e terá um pouco de dificuldade para fazer determinados movimentos por um período de sete a dez dias. "Para que ele tenha conforto, vai usar cinta lombar para se proteger das dores", esclareceu o Dr. Runco.

Segundo o médico da seleção, o tipo de lesão é considerada "leve" e a recuperação costuma levar de três a seis semanas. O caso requer repouso absoluto e tratamento a base de analgésicos para aliviar a dor, que serão retirados progressivamente.

"A lesão não tem mais chance de piorar. A recuperação do Neymar é repouso. O departamento médico do Barcelona deve deslocar um profissional para acompanhar algum trabalho de fisioterapia”, afirmou.

O Dr. Runco explicou porque ele decidiu que Neymar fosse para a concentração da seleção em Teresópolis. "Seria importante ele estar conosco na primeira noite. Ele estaria com três médicos. O pai dele ficou satisfeito com essa decisão. Para ele (Neymar) foi bom, para a logística foi boa e para o grupo também", defendeu.

O médico também comentou o momento em que informou o jogador de que ele iria ficar de fora da Copa. "Eu não dei chance para ele me perguntar. Eu passei a informação de que ele estava fora da Copa. Ele ficou muito emocionado e chorou muito", lembrou Runco.

"Foi desagradável e muito desgastante. No momento que ele absorve a informação ficou triste, emocionou-se muito. Estávamos eu, outro médico, o radiologista e todos se emocionaram. Uma situação desagradável de saber que você quebra o sonho de uma pessoa", confessou.

O médico também comentou o clima dentro do elenco diante do afastamento do jogador do Mundial. “Os jogadores ficaram chateados e chocados. Um atleta disse: 'parece que a gente perdeu o jogo'. Vai ser um motivo para o grupo crescer e se motivar mais, até para poder homenageá-lo", acredita.

O Dr. José Luiz Runco, durante entrevista coletiva na Granja Comary.
O Dr. José Luiz Runco, durante entrevista coletiva na Granja Comary. Foto: CBF

A CBF esclareceu que o jogador não foi cortado e pode voltar a frequentar a concentração a qualquer momento. "Ele não foi desligado da delegação, é um atleta sem condições de jogo", afirmou a assessoria de comunicação da Confederação Brasileira de Futebol.

Neymar poderá também acompanhar de perto os jogos da seleção brasileira, se quiser. « Nada está proibido, depende da dor. Ele tem que que sentir confortável", avisou o médico. O treinador Felipão confirmou que um convite foi feito a Neymar para que ele assista a semifinal em Belo Horizonte e que o jogador ficou de dar uma resposta, dependendo da suas condições.

O Comitê Disciplinar da Fifa se limitou a dizer neste sábado que vai analisar imagens da partida e do lance para decidir se o jogador colombiano Zúñiga será punido.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.