Acesso ao principal conteúdo
Copa/Alemanha

Alemanha bate Argentina por 1 a 0 e conquista quarto título mundial

A seleção alemã comemora vitória na Copa do Mundo contra a Argentina.
A seleção alemã comemora vitória na Copa do Mundo contra a Argentina. REUTERS/Michael Dalder

A Alemanha se tornou campeã do mundo de futebol pela quarta vez ao vencer a Argentina no estádio do Maracanã neste domingo (13). Os alemães já haviam vencido em 1954, 1974 e 1990. O gol da vitória foi marcado por Mario Götze no 113° minuto de jogo, já no segundo tempo da prorrogação. Essa é a primeira vez que uma seleção europeia ganha uma Copa do Mundo realizada na América Latina.

Publicidade

Com essa vitória no Rio de Janeiro, a seleção alemã encerrou um jejum de títulos que já durava dezoito anos, desde que venceu o campeonato europeu em 1996. Essa foi também a primeira Copa do Mundo conquistada pela Alemanha após a unificação.

Favoritos depois da derrota histórica por 7 a 1 que inflingiram ao Brasil na semifinal, os alemães adiaram o sonho dos argentinos de conquistar um terceiro título mundial. A última vez que a Argentina venceu uma Copa do Mundo foi em 1986, justamente contra a então República Federativa da Alemanha. Desde então, os alemães derrotaram os argentinos na final da Copa de 1990, e nas quartas de final dos mundiais de 2006 e 2010.

A equipe do técnico Joachim Löw terminou o Mundial invicta. O time estreou bem, goleando Portugal por 4 a 0, mas também penou para empatar com Gana (2-2) e vencer os Estados Unidos (1-0) e a Argélia (2-1 na prorrogação).

Mario Götze decidiu a partida

A Mannschaft dominou a bola por mais tempo e teve mais ocasiões de gol no primeiro tempo, enquanto a Argentina se mostrou mais ofensiva no segundo tempo. Mas a partida foi definida apenas na prorrogação com Mario Götze. O jogador do Bayern Munich, que entrou somente no 88° minuto de jogo, substituindo Klose, marcou aos 113 minutos da partida. 

Um pouco antes do inícia da disputa, a seleção comandada por Joachim Löw sofreu um golpe duro com a substituição no último minuto de Khadira, que cedeu seu lugar para o jovem Kramer. Essa foi a única modificação em relação à equipe que venceu o Brasil por 7 a 1 na semifinal. O próprio Kramer teve que sair depois de meia hora de jogo, após um golpe de ombro de Garay.

Melhores jogadores

O alemão Manuel Neuer ficou com o título de melhor goleiro, enquanto o argentino Lionel Messi ganhou o troféu Bola de Ouro da Copa de 2014, oferecido ao melhor jogador do torneio.

No balanço final desta Copa do Mundo, o colombiano James Rodriguez foi o melhor artilheiro, com um total de seis gols - um a mais que o alemão Thomas Müller, que havia conquistado o título há quatro anos na África do Sul. Messi (Argentina), Neymar (Brasil) e van Persie (Holanda) ficaram empatados em terceiro lugar, com quatro gols cada.

Festa em Berlim e protestos no Rio de Janeiro

Em Berlim, 250 mil torcedores vestidos de preto, vermelho e dourado acompanharam a final. Dezenas de milhares de pessoas não puderam entrar na praça equipada com telões diante do Portão de Brandemburgo por falta de espaço. Mas muitos outros telões foram instalados na capital, sobretudo em varandas de restaurantes.

Um pouco antes do jogo, a polícia carioca dispersou com gás lacrimogênio cerca de 300 pessoas que protestavam contra a Copa do Mundo nas proximidades do Maracanã. Mais de 25 mil agentes policiais, soldados e agentes privados da FIFA garantiram a segurança dessa final - um contingente maior do que o que foi mobilizado para a visita do papa Francisco em julho do ano passado.

A presidente Dilma Rousseff foi vaiada por parte do público presente no Maracanã logo após a final, quando convidada a entregar a taça para a equipe vencedora.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.