Acesso ao principal conteúdo
Tênis/US Open

US Open começa com Sharapova e Djokovic como favoritos ao título

O tenista sérvio, Novak Djokovic.
O tenista sérvio, Novak Djokovic. Pierre René-Worms pour RFI

O último Grand Slam da temporada começa nesta segunda-feira (25) com dois dos favoritos ao título em ação: o sérvio Novak Djokovic e a russa Maria Sharapova. O brasileiro Thomaz Bellucci estreia contra o francês Nicolas Mahut.

Publicidade

Atual número 1 do mundo, Djokovic tentará manter-se no topo dando sequência à conquista do torneio de Wimbledon quando derrotou na final o suíço Roger Federer por 3 sets a 2. O sérvio é um dos quatro campeões do Grand Slam americano a entrar em quadra neste primeiro dia de jogos em Flushing Meadows.

Com seu sétimo título de Grand Slam nas mãos, o tenista de 27 anos tentará erguer seu segundo título em Nova York, depois da conquista de 2011. Ele chegou às finais e perdeu as disputas pelo título em 2007, 2010, 2012 e 2013. "Serão duas semans longas para todos nós", declarou Djokovic que enfrentará na primeira rodada o argentino Diego Schwartzman, 79° do ranking.

Será o primeiro confronto entre os dois tenistas. "Obviamente, nunca é fácil quando você joga contra alguém que nunca enfrentou antes", observou o sérvio. "Ele é um jovem que terá uma grande experiência ao jogar na quadra central e não tem nada a perder", afirmou.

A ausência do espanhol Rafale Nadal devido a uma lesão no pulso deixou a disputa pelo título mais aberta, mas especialistas consideram que o suíço Federer foi quem mais se beneficiou por assumir a outra ponta da tabela. "Favoritos? Eu deixo para o público julgar quem é o favorito número 1, 2 ou 3", brincou Djokovic.

Sharapova estreia contra compatriota

No torneio feminino, as ex-campeãs do torneio, Maria Sharapova e Venus Williams também têm estreia marcada para esta segunda-feira. Venus, que ergueu os troféus em 2000 e 2001, tentará passar para a segunda rodada desde 2010 diante de uma das veteranas do circuito, a japonesa Kimiko Date-Krumm, de 43 anos.

Já a russa Sharapova, ausente do torneio US Open do ano passado devido a uma contusão no ombro, estreia conta sua compatriota Maria Kirilenko que caiu para a 113ª posição do ranking devido a uma temporada com muitas lesões .

Sharapova, que venceu cinco das sete partidas disputadas contra Kirilenko, não vê muita vantagem no seu confronto de abertura no torneio. "É sempre uma oportunidade para alguém como ela dar a volta por cima. Às vezes, é uma adversária muito perigosa", afirmou.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.