Acesso ao principal conteúdo
Futebol/França

Leonardo pede indenização de €8,5 mi à Federação Francesa de Futebol

Leonardo, ex-diretor técnico do Paris Saint-Germain.
Leonardo, ex-diretor técnico do Paris Saint-Germain. REUTERS/Julien Muguet

O jornal Le Parisien revela nesta sexta-feira (16) um novo atrito entre o brasileiro Leonardo, ex-diretor esportivo do PSG, e a Federação Francesa de Futebol (FFF). Suspenso de atividades profissionais durante 14 meses, após ter sido acusado de ter dado um empurrão em um juiz depois de um jogo do PSG, Leonardo recorreu da pena aplicada pela Federação e obteve ganho de causa no Tribunal Administrativo de Paris.

Publicidade

Segundo o jornal, Leonardo enviou uma carta à Federação exigindo €8,514 milhões danos morais e prejuízos à sua imagem e à sua reputação devido à suspensão.

Pelo "empurrão" dado no juiz Alexandre Castro, no dia 5 de maio de 2013, após o empate de 1 a 1 do PSG com o Valenciennes, o ex-diretor esportivo foi, inicialmente, suspenso por nove meses de todas as competições pela comissão de disciplina da Liga Francesa de Futebol. Em segunda instância, a comissão superior da FFF ampliou a sanção para 14 meses, que vigorou até junho de 2014.

O ex-dirigente e seus advogados levaram o caso ao Tribunal Administrativo de Paris que o absolveu da acusação de agressão ao árbitro em outubro de 2013. Em abril do ano passado, o Conselho de Estado confirmou a decisão do Tribunal após um recurso encaminhado pela Federação Francesa de Futebol.

Caso a FFF não responda favoravelmente ao pedido, Leonardo, que continua sem clube, pretende reclamar o montante na justiça, de acordo com o Le Parisien.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.