Acesso ao principal conteúdo
Liga dos Campeões/Futebol

Clubes espanhóis são favoritos nas semifinais da Liga dos Campeões

O jogador Messi durante coletiva de imprensa em Barcelona, Espanha.
O jogador Messi durante coletiva de imprensa em Barcelona, Espanha. REUTERS/Gustau Nacarino

A Juventus de Turim e o Real Madrid disputam nesta terça-feira (5) o jogo de ida da primeira semifinal da Liga dos Campeões. O clube espanhol, dez vezes campeão do torneio de elite europeu, é favorito, mas jogará desfalcado de Karim Benzema, que se recupera de uma luxação no joelho.

Publicidade

O técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, promete um jogo ofensivo. O time espanhol vai começar a partida com dois atacantes, Cristiano Ronaldo e Bale, mas o mexicano Hernandez, acostumado a substituir Benzema, poderá ser acionado durante o jogo.

A Juventus, campeã na Itália pela quarta vez consecutiva, tentará frear o ataque merengue com a experiente esquadra de defesa formada pelo goleiro Buffon e os zagueiros Bonucci, Chiellini e Evra. Quando está bem posicionado, Bonnucci costuma lançar longos passes cruzados ao atacante Andrea Pirlo. Eleito melhor defensor da temporada italiana, Bonucci também marcou gols decisivos contra a Roma e o Lazio.

Bayern enfrenta semifinal desfalcado

Amanhã, é o Camp Nou que vai tremer com o jogo de ida da outra semifinal entre Barcelona e Bayern de Munique. O time catalão vai tentar superar a dupla derrota nas semifinais da temporada de 2013, quando perdeu por 4 a 0 e 3 a 0 para os alemães.

Desta vez, o Bayern entrará em campo desfalcado de vários jogadores importantes no esquema tático, como os atacantes Frank Ribéry e Arjen Robben, além dos zagueiros David Alaba et Holger Badstuber.

Messi fala de relação com Guardiola em coletiva

Evento raro nas entrevistas coletivas antes dos jogos, Lionel Messi apareceu hoje para conversar com os jornalistas no Camp Nou.

O argentino comentou o reencontro com Pep Guardiola, técnico que fez a glória do Barça durante quatro temporadas e hoje treina o clube alemão. Messi disse conhecer bem o que Guardiola espera de seus jogadores, mas isso valerá amanhã para os dois lados. Guardiola confessou que voltar para casa, pela primeira vez, será uma ocasião "especial e de fortes emoções".

Questionado pelos jornalistas sobre a cumplicidade no trio de ataque "MSN" (Messi, Suárez e Neymar), o jogador argentino disse que jogar ao lado de dois atacantes que estão entre os melhores do mundo "facilita as coisas". Messi garantiu que eles têm uma ótima relação dentro e fora dos gramados. "Eu e Neymar já nos conhecíamos, e o Luis se integrou rapidamente", afirmou Messi, acrescentando que o uruguaio tem uma "personalidade impressionante".

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.