Acesso ao principal conteúdo
Escândalo/Fifa

Fifa suspende processo de candidaturas para Copa do Mundo de 2026

Em entrevista coletiva na Rússia, nesta quarta-feira, Jerôme Valcke falou sobre a decisão da Fifa de adiar a escolha da sede da Copa do Mundo de 2026.
Em entrevista coletiva na Rússia, nesta quarta-feira, Jerôme Valcke falou sobre a decisão da Fifa de adiar a escolha da sede da Copa do Mundo de 2026. REUTERS/Maxim Zmeyev

A Fifa, abalada pelo escândalo de corrupção na instituição revelado pelo FBI, anunciou nesta quarta-feira (10) que suspendeu o processo administrativo de candidaturas para a Copa do Mundo de 2026. Federação Internacional de Futebol também anunciou hoje que vai realizar em julho uma reunião extraordinária de seu comitê executivo para decidir a data da nova eleição que irá indicar o sucessor do presidente demissionírio Joseph Blatter.

Publicidade

Em comunicado divulgado hoje, a Fifa informa que decidiu "suspender o processo administrativo de candidaturas para a Copa do Mundo de 2026 em virtude da situação atual". A entidade afirma que as decisões a respeito da organização do torneio serão discutidas durante o próximo comitê executivo. Inicialmente, a sede do Mundial de 2026 seria definida no congresso da entidade em Kuala Lumpur em 2017.

O secretário-geral da Fifa, Jerôme Valcke, declarou em entrevista coletiva à imprensa, na Rússia, que "não teria sentido" iniciar agora o processo de escolha. A decisão não surpeendeu o presidente da Uefa, Michel Platini, que a considerou "normal". "Havia um processo para a votação acontecer em 2017, mas não há líder na Fifa", completou Platini durante um evento em Paris para promover a Eurocopa-2016, que será disputada dentro de um ano na França.

Pós-Blatter

A decisão foi anunciada uma semana após a demissão surpresa de Joseph Blatter da presidência da Fifa. O suíço decidiu renunciar em 2 de junho, quatro dias depois de ter sido eleito para um quinto mandato, devido ao escândalo de corrupção na entidade. A data do congresso extraordinário que irá eleger o sucessor de Blatter será decidia em uma reunião do comitê executivo, realizada no próximo mês de julho. Em um comunicado, a entidade máxima do futebol indicou que a data da reunião será fixada ainda esta semana.

No fim de maio, a justiça americana indiciou 14 integrantes da Fifa e executivos de empresas de marketing esportivo, por suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro que chegam a US$ 150 milhões. Sete acusados foram detidos em Zurique e permanecem na Suíça, à espera do julgamento de um pedido de extradição para os Estados Unidos.

O FBI ampliou as investigações e suspeita de irregularidade no processo de escolha de Rússia e Catar como sedes das Copas de 2018 e 2022. O presidente da Comissão de Auditoria da Fifa, Domenico Scala, afirmou essa semana que "se o pagamento de suborno por parte do Catar e Rússia for comprovado, as sedes das próximas Copas poderiam mudar".

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.