Acesso ao principal conteúdo
Caso Battisti

Protesto contra Battisti interrompe sessão no Parlamento Europeu

Protesto contra Battisti começou quando delegação brasileira estava sendo apresentada no Parlamento Europeu.
Protesto contra Battisti começou quando delegação brasileira estava sendo apresentada no Parlamento Europeu. Reuters

Um grupo de pessoas protestou no Parlamento Europeu contra a decisão do Brasil de não extraditar o ex-militante de extrema-esquerda Cesare Battisti. Diante de uma delegação brasileira, que participava da sessão, várias faixas pedindo justiça para as supostas vítimas do italiano foram expostas causando confusão.

Publicidade

O tumulto ocorreu nesta quarta-feira no Parlamento Europeu em Estrasburgo, na França, quando, no final de um debate sobre a diplomacia europeia no mundo árabe, o presidente da sessão, o britânico Edward McMillan-Scott, ressaltou a presença de uma delegação brasileira. Nesse momento várias faixas de protesto surgiram, interrompendo o discurso. Com frases em inglês, as bandeiras pediam “Justiça para as vítimas de Battisti”, enquanto em outras podia-se ler “Battisti é um assassino”.

Os serviços de segurança intervieram imediatamente e rasgaram as faixas. O parlamentar conservador alemão Elmar Brok perguntou quem era o responsável pelo incidente, já que o acesso ao Parlamento só pode ser feito a convite de um ou vários deputados. A questão ficou sem resposta.

O ex-ativista de extrema-esquerda Cesare Battisti foi condenado à revelia na Itália, acusado de assassinatos cometidos nos anos 1970. Exilado no Brasil, ele foi libertado pela justiça brasileira, que rejeitou o pedido de extradição para a Europa. Vários eurodeputados italianos criticaram a decisão após o anúncio de sua permanência no território brasileiro.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.